Twitter Facebook YouTube

CUT SC > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > ASSEMBLEIA ESTADUAL DO MAGISTÉRIO APROVA CAMPANHA SALARIAL 2018

Assembleia Estadual do Magistério aprova Campanha Salarial 2018

26/03/2018

Durante a assembleia, organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte), os trabalhadores aprovaram a pauta salarial, o calendário de lutas e as pautas educacionais e permanentes.

Escrito por: Pricila Baade, com informações do Sinte/SC

 

Os trabalhadores da rede estadual de educação se reuniram nessa quarta-feira (21), em Florianópolis, para definir as pautas de reivindicações para 2018. Durante a assembleia, organizada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina (Sinte), os trabalhadores aprovaram a pauta salarial, o calendário de lutas e as pautas educacionais e permanentes.

Um conselho deliberativo que aconteceu antes da assembleia ratificou e encaminhou as propostas para assembleia e com ameaça do governo do Eduardo Pinho Moreira pela possibilidade de não garantir o salário dos educadores, o recado foi dado, “se não tiver salário não tem aula”!

A presidenta da CUT-SC, Anna Julia Rodrigues, que também é trabalhadora da rede estadual de educação, falou sobre a importância da categoria se unir para lutar pela valorização dos trabalhadores de educação “Nós, professores, ainda somos muito desvalorizados e todos os avanços que conseguimos até hoje foram através de muita luta. Por isso, precisamos continuar cobrando do Governo do Estado para que nossa categoria receba o valor que merece”.

Confira as pautas aprovadas:

Pauta Salarial

Aplicação do percentual de reajuste do piso salarial profissional nacional, (6,81%), conforme anunciado pelo Ministério da Educação, na carreira do Magistério Público estadual, retroativo a 01/2018, conforme lei 11.738/2008;

Descompactação da tabela salarial conforme Lei Complementar 668/2015;

Reajuste de 100% no valor do vale alimentação pago aos Trabalhadores em Educação do Estado, em busca da equiparação com os valores pagos aos trabalhadores da UDESC;

Anistia das faltas e retirada das mesmas da ficha funcional dos trabalhadores em educação que participaram das greves, assembleias e demais mobilizações a partir de 2012;

Calendário:

Em até 15 dias, as Coordenações Regionais, juntamente a categoria devem exigir dos deputados a derrubada dos vetos ao PLC 024/2017, e realizar mobilização na ALESC quando for pautada sua votação,

Reuniões de representantes e assembleias regionais em abril,

Assembleia estadual ou ato estadualizado até dia 10/05,

Caso houver atraso no pagamento dos salários serão paralisadas as atividades, sem necessidade de realização de nova assembleia estadual para esta deliberação,

Pautas Educacional e Permanentes:

Fazer levantamento das vagas excedentes nas regionais para embasar denúncia ao Ministério Público, cobrando a realização de nova chamada do concurso público de 2017, e cobrar também do governo a realização de novas chamadas,

Cobrar da FCEE a revisão das chamadas públicas apenas uma vez por mês;

Manter-se em alerta e mobilizados para a derrubada do veto ao PLC 024/2015;

Fazer um Dossiê sobre as condições de infraestrutura das escolas, para denunciar ao MP, ao Governo e Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária,

Realizar ampla divulgação sobre nossa pauta salarial,

Produzir parecer jurídico e materiais de esclarecimento sobre o cumprimento da jornada, hora atividade e recreio monitorado,

Caso houver atraso no pagamento dos salários serão paralisadas as atividades, sem necessidade de realização de nova assembleia estadual,

Contra a Reforma da Previdência,

Contra as privatizações da Eletrobrás, CEF, Petrobrás e demais estatais,

Reversão da reforma trabalhista,

Exigir a punição dos assassinos de Marielle e Anderson;

Fim da intervenção militar no RJ,

Moções:

Moção contra a possibilidade de 40% da carga horária do ensino médio ser a distância,

Moção de solidariedade aos familiares de Marielle e Anderson;

Moção contrária a intervenção militar no RJ;

Na ocasião todos/as os/as presentes receberam camisetas da Campanha que tem o slogan “Sou do Magistério tô na luta” e a última edição do jornal, este que também foi entregue para as Coordenações Regionais, pelo menos 5 por escola, e será enviado pelos Correios aos trabalhadores/as aposentados.

Para a realização da campanha ficou definido visitas nas escolas por todo o Estado, para a divulgação, com material específico já entregue pelo Sindicato as Regionais, esclarecendo a categoria sobre a pauta e a importância da mobilização para a manutenção e conquista de direitos.

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Programa DizCUT Jornal dos Trabalhadores

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE SANTA CATARINA
Rua Visconde de Ouro Preto, 87 | Centro | CEP 88020-040 | Florianópolis | SC
Fone: (048) 3024-2053 | www.cut-sc.org.br | e-mail: cut-sc@cut-sc.org.br