Twitter Facebook YouTube

CUT SC > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > LARGO DA CATEDRAL DE FLORIANÓPOLIS É PALCO PARA PLENÁRIA EM DEFESA DA APOSENTADORIA

Largo da catedral de Florianópolis é palco para plenária em defesa da aposentadoria

08/02/2018

Diversas faixas espalhadas reafirmavam “Não a Reforma da Previdência!”. A plenária popular teve o objetivo de esclarecer para a população os impactos do desmonte da previdência pública

Escrito por: Pricila Baade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O largo e as escadarias da Catedral no centro de Florianópolis foram ocupados na última terça-feira (6) por pessoas preocupadas com o fim da aposentadoria. Diversas faixas espalhadas reafirmavam “Não a Reforma da Previdência!”. A plenária popular, chamada pelas centrais sindicais CUT, CTB, UGT, Intersindical, CSP Conlutas e o Fórum de Lutas em Defesa dos Direitos, teve o objetivo de esclarecer para a população os impactos do desmonte da previdência pública.

Na oportunidade, o técnico da subseção do Dieese da FECESC, Maurício Mulinari, trouxe dados que comprovam que os argumentos usados pelo Governo Temer para justificar a Reforma da Previdência são falsos: a previdência é superavitária e as novas regras não irão cortar privilégios, porque não mexem nas aposentadorias de quem realmente ganha muito, como o Judiciário e o alto escalão das Forças Armadas.

Maurício explicou que existem dois objetivos centrais por trás da Reforma da Previdência – garantir o assalto ao Estado promovido pela classe dominante brasileira e beneficiar os bancos, que irão lucrar bilhões com a previdência privada.  “A reforma não tem objetivo de garantir sustentabilidade para os aposentados, essa é uma grande mentira que o governo conta por meio de suas propagandas enganosas”.  O economista ressaltou ainda a agressão aos brasileiros que a reforma causa – rebaixando os valores das aposentadorias e impedindo que a classe mais baixa se aposente.

A presidenta da CUT-SC, Anna Julia Rodrigues, também participou da plenária e reafirmou a importância de fazer um grande dia de paralisação e mobilização no dia 19 de fevereiro “Para conseguirmos impedir que aprovem mais esse golpe contra a classe trabalhadora precisamos mostrar nossa força. Dia 19 é dia de luta contra a Reforma da Previdência”.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Programa DizCUT Jornal dos Trabalhadores

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE SANTA CATARINA
Rua Visconde de Ouro Preto, 87 | Centro | CEP 88020-040 | Florianópolis | SC
Fone: (048) 3024-2053 | www.cut-sc.org.br | e-mail: cut-sc@cut-sc.org.br