Twitter Facebook YouTube

CUT SC > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > MPT CHAMA SINDICATOS PARA NEGOCIAÇÃO DOS HOSPITAIS NESTA QUINTA-FEIRA

MPT chama sindicatos para negociação dos hospitais nesta quinta-feira

14/03/2018

A reunião de intermediação conciliatória acontece dia 15 de março, às 14h, na sede do MPT em Criciúma. São cerca de 4 mil trabalhadores distribuídos em 15 hospitais de Criciúma e região

Escrito por: Maristela Benedet

Após solicitação dos trabalhadores da saúde, o Ministério Público do Trabalho (MPT) chamou a direção dos sindicatos dos trabalhadores e patronal para a negociação dos hospitais. A reunião de intermediação conciliatória acontece dia 15 de março, às 14h, na sede do MPT em Criciúma. São cerca de 4 mil trabalhadores distribuídos em 15 hospitais de Criciúma e região. “Nós esperamos que eles sejam complacentes com a categoria e, tomem as decisões pautada nos direitos históricos. Não iremos aceitar a redução dos benefícios dos trabalhadores garantidos nas demais negociações”, explica o presidente doSindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde de Criciúma e Região (Sindisaúde), João Martins Estevam.                                      

ENTENDA O CASO:

Nas Assembleias realizadas no mês de setembro de 2017 nos hospitais e na sede do Sindicato os trabalhadores aprovaram a pauta de reivindicação que foi entregue em seguida ao Sindicato Patronal. No dia 20 de novembro na rodada de negociação a direção rejeitou na mesa a proposta patronal que oferecia somente o INPC de 1,83% e a retirada de várias cláusulas conquistadas com muita luta ao longo de quase 10 anos. E, posteriormente foram efetuadas novas Assembleias com a aprovação da greve a partir de 27 de novembro. 

INTERDITO CANCELA GREVE:

No dia 27, o sindicato patronal entrou com interdito proibitório preventivo e, antes de iniciar a greve garantiu, com uma liminar na justiça, que o movimento grevista deveria manter 100% das atividades em praticamente todos os setores e 70% em apenas algumas atividades como as administrativas. Ainda mais: Os integrantes do Sindicato deveriam ficar a uma distância de um quilometro das portas dos hospitais. A Assessoria Jurídica do Sindisaúde conseguiu cassar essa decisão, porém, eles ajuizaram um novo interdito e ganharam praticamente nos mesmos termos. Assim, na prática, os trabalhadores ficaram impedidos de realizar a greve. Nesse período o sindicato então solicitou ao Ministério Público do Trabalho para intermediar a negociação.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Programa DizCUT Jornal dos Trabalhadores

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE SANTA CATARINA
Rua Visconde de Ouro Preto, 87 | Centro | CEP 88020-040 | Florianópolis | SC
Fone: (048) 3024-2053 | www.cut-sc.org.br | e-mail: cut-sc@cut-sc.org.br