Twitter Facebook YouTube

CUT SC > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > NOTA DE REPÚDIO ÀS OFENSIVAS DO ESTADO DE EXCEÇÃO

Nota de repúdio às ofensivas do estado de exceção

08/12/2017

A CUT repudia veementemente a violência praticada pela Polícia Federal, ao conduzir coercitivamente gestores e docentes da Universidade Federal, no ataque sofrido pela UFMG

Escrito por: Direção da CUT-SC

A Central Única dos Trabalhadores repudia veementemente a mais uma ação típica de Estado de Exceção vivida no país, com a violência, determinada por autoridades e praticada pela Polícia Federal, ao conduzir coercitivamente gestores (as), ex-gestores (as) e docentes da Universidade Federal, no ataque sofrido pela UFMG no dia 6 de dezembro de 2017, tal como aos novos ataques sofridos pela UFSC no dia 7 de dezembro no âmbito da “Operação Torre de Marifim”. Eles representam uma grave violação ao Estado de Direito e à autonomia constitucional universitária que ofende todas as instituições democráticas do país.

Os impostos à UFSC, a denuncia seu verdadeiro propósito no bojo da ofensiva neoliberal sofrida pelo Brasil: promover a desmoralização e o desmonte de instituições de ensino público gratuito e de qualidade.

A CUT têm resolução de congresso de combate a corrupção, que os culpados tenham seus direitos de defesas garantidos e que o poder judiciário assuma a imparcialidade dos fatos, não faça um show pirotécnico em cada denuncia sem ao menos ouvir os denunciados, tal postura somos contra.

A Central reitera seu apoio e sua total defesa, no ensino público gratuito e de qualidade que é um direito constitucional que pertence a todos os brasileiros e brasileiras, para que a universidade continue sendo 100% gratuita. Defender o ensino público e de qualidade é, também, defender a punição de todos os/as envolvidos/as nas ações de exceção que estão acontecendo ultimamente em nosso país.  

Atenciosamente,

Direção da CUT-SC

Florianópolis, 08 de dezembro de 2017

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

TV CUT
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.
João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta solidariedade a sindicalistas coeranos presos.

João Felício, presidente da CSI, Confederação Sindical Internacional, presta(...)

RÁDIO CUT
Programa DizCUT Jornal dos Trabalhadores

CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES DE SANTA CATARINA
Rua Visconde de Ouro Preto, 87 | Centro | CEP 88020-040 | Florianópolis | SC
Fone: (048) 3024-2053 | www.cut-sc.org.br | e-mail: cut-sc@cut-sc.org.br